A Este é o sítio eletrônico da Anaí - Associação Nacional de Ação Indigenista, organização não-governamental com sede em Salvador, Bahia, dedicada à defesa e à promoção dos direitos dos povos indígenas, de sua autodeterminação e valores culturais, e, de modo mais amplo, ao reconhecimento e ao respeito à sociodiversidade e à diversidade cultural do Brasil.

Com estes objetivos dispomos, neste 'site', informações sobre o trabalho desenvolvido pela instituição, sobre os povos indígenas com que trabalhamos na região Nordeste - Leste do país, e sobre a política indigenista no Brasil e no mundo.

Ao ser criada em 1979, a Anaí integrou um movimento da sociedade civil pela proposição de um novo indigenismo - ou seja, novas bases políticas de relacionamento entre a sociedade e o Estado brasileiros e os povos indígenas no país - capaz de superar os paradigmas da tutela estatal e, acima de tudo, da assimilação desses povos a contingentes etnicamente indiferenciados da sociedade brasileira.

Esse movimento integrava uma articulação política mais ampla em prol da redemocratização do país e, com ela, da afirmação dos valores do pluralismo e da diversidade culturais em contraposição à imposição dos valores de uma pretensa "unidade nacional" calcada na subjugação dos diferentes segmentos étnicos e culturais que compõem a sociedade brasileira, muito próprios de toda a sua formação colonial e autoritária, assim como do regime de exceção então no poder.

Com sede na Bahia e dedicada ao acompanhamento mais próximo das lutas dos povos indígenas em sua região, a Anaí logo se deu conta de que a experiência histórica desses povos é exemplar na afirmação daquela diversidade e da sua persistência.

Com efeito, o território dos dez estados no Nordeste - Leste do Brasil (do Piauí a Minas Gerais e Espírito Santo), foco do nosso interesse, corresponde à área de mais antiga colonização no Brasil (séculos XVI e XVII), sobre cujos povos indígenas mais pesadamente se abateram tanto o ímpeto genocida dos primórdios desse processo colonial quanto, ao longo dos séculos seguintes, as mais variadas formas de desautorização legal e política de suas identidades indígenas, por força das compulsões culturais e dos processos de "integração" forçada a que foram submetidos.

De fato, ao iniciarmos o nosso trabalho no final da década de 1970, havia em toda essa região 14 povos indígenas reconhecidos, com uma população de no máximo 15 mil indivíduos, que muitos especialistas criam em franco e inexorável declínio. Passadas três décadas, há hoje, nos estados do Nordeste - Leste do Brasil, mais de 60 diferentes grupos étnicos indígenas, com uma população superior a 200 mil pessoas, resultado, nesse período, de vigorosos processos de afirmação étnica e, mais que isso, de intensas lutas pelo reconhecimento, defesa e garantia de seus direitos, em especial à posse dos seus territórios tradicionais.

A Anaí entende que essas lutas fazem parte e são exemplo marcante das lutas de amplos segmentos da sociedade brasileira pela afirmação e defesa de sua diversidade sociocultural e dos direitos que lhes assistem de modos específicos.

É justamente o exemplo da experiência histórica singular dos povos indígenas do Nordeste - Leste do Brasil enquanto signo de afirmação radical da diversidade sociocultural brasileira e de sua persistência e renovação constantes que a Anaí busca testemunhar e divulgar com o seu trabalho.

Neste site os leitores vão encontrar, em "Quem Somos", uma apresentação institucional da Anaí, quem a constitui e o nosso Estatuto.

Em "Ação Indigenista" apresentamos os nossos trabalhos, projetos e proposições; seus resultados, relatórios e outros documentos; e participações institucionais da Anaí em fóruns e outros colegiados.

Em "Campanhas" o visitante tomará conhecimento dos principais pleitos indígenas que a Anaí apoia, promove e acompanha, de iniciativa própria ou em adesão a iniciativas de outras organizações, indigenistas ou indígenas, e aos quais poderá também aderir.

"Povos Indígenas" é a página mais importante do nosso site. Aqui apresentamos e reunimos, de maneira organizada por estado e por etnias, o máximo de informações sobre os povos indígenas no Nordeste - Leste do Brasil - seus territórios, suas histórias e lutas -, inclusive com referência à produção acadêmica e intelectual a respeito.

Em "Política Indigenista" os leitores encontrarão informações básicas sobre essa política em seus diversos setores - "Terra", "Direito", "Educação", "Saúde", "Ambiente e Sustentabilidade" e "Cultura" -, com apresentação da legislação e documentos relevantes.

Nos "Links Indigenistas" apresentamos, organizados por tipo de instituição e temática, sites, páginas e blogs de outras organizações indigenistas e indígenas, de instituições de direitos humanos e de trabalho com outros povos e comunidades tradicionais, dos organismos e programas governamentais indigenistas e dos centros de pesquisa e formação ligados a essas temáticas.

Nosso "Canal Multimídia" disponibiliza documentos sonoros e de imagens - em fotos e audiovisuais - sobre os povos indígenas no Brasil e em especial em nossa região de atuação.

Há, por fim, neste site, uma janela de "Notícias" na qual estaremos atualizando regularmente as principais matérias de imprensa ou de outras fontes sobre povos indígenas no Nordeste - Leste e sobre política indigenista e indigenismo no Brasil e no mundo.

Confiamos que este seja um espaço de interlocução e aprendizado produtivos. Bom proveito!

Equipe Executiva da Anaí

Voltar

 

 

 

- Copyright 2010 - Anaí - Todos os direitos reservados - webmaster@anai.org.br -
Rua das Laranjeiras, n° 26, 1° andar, Pelourinho- CEP: 40026-700
Salvador - Bahia - Brasil
Tel. Fax: 0**71 3321.0259 - Email: anai@anai.org.br
- VONO: 71 4062.9029 -

A Anaí estimula a reprodução de textos e informações, desde que citada a fonte.